top of page
  • Foto do escritorDaniel Lança Perdigão

Vamos revolucionar a aprendizagem com inteligência artificial?

Sei que nem todos terão interesse em conhecer este tema e muitos têm receio da Inteligência Artificial, preferindo fingir que não se passa nada. Se não é o seu caso, pode ler e refletir!


Num mundo onde a inteligência artificial (IA) promete capacidades de aprendizagem ilimitadas, a nossa capacidade para adquirir conhecimento, explorar novos horizontes e até redefinir trajetórias de carreira está à beira duma era transformadora. Este potencial não se limita ao futuro distante; já se verifica em vários setores de atividade!


O Impacto da IA nas diversas profissões.

Em áreas como o direito e a saúde, a IA já revoluciona processos tradicionais. Profissionais da área do Direito aproveitam a IA para analisar rapidamente extensos documentos legais, enquanto a precisão diagnóstica da IA rivaliza com a dos médicos (humanos) na deteção de certas doenças. Esta revolução estende-se ao domínio da aprendizagem e do desenvolvimento de competências (A&DC).


Melhorar a eficiência da A&DC.

A IA generativa, exemplificada por ferramentas como o ChatGPT e o MidJourney, capacita equipas de A&DC a criar conteúdo de valor com um esforço mínimo. Embora a manutenção da qualidade permaneça fundamental, as potenciais economias de tempo são consideráveis, especialmente tendo em conta que a criação de materiais de aprendizagem ‘online’ pode requerer muitas horas e trabalho.


Aprendizagem personalizada.

A IA eleva a personalização da aprendizagem a novos patamares, podendo gerar as recomendações adequadas. Avaliando as capacidade, habilidades, lacunas, preferências, funções e interesses individuais, a IA permite adaptar recomendações de conteúdo. Esta inclusividade beneficia pessoas de origens e estilos de aprendizagem diversos, assegurando que todos recebam a formação através dos recursos mais relevantes.


Aprendizagem à medida e a pedido.

A IA possibilita a aprendizagem à medida que é necessária, permitindo que as pessoas solicitem conteúdos em tempo real. Imagine um motorista de longo curso a aceder a um módulo de um curso durante um momento de inatividade. Esta abordagem fomenta um envolvimento contínuo e a construção de competências, para os trabalhadores aprenderem eficazmente durante os momentos de menor atividade.


O futuro está a vista.

As aplicações atuais da IA na A&DC aceleram a aprendizagem, melhoram a acessibilidade e ajudam à personalização. No entanto, isto é apenas o começo. A evolução da IA em direção a uma IA geral promete capacidades ainda maiores, revolucionando a A&DC e reformulando as exigências de competências da força de trabalho.


Abraçar a Mudança... sem medo.

Não tenham medo! Basta ter atenção... Ao reconhecer e abraçar o potencial da IA, é também fundamental reconhecer e abordar algumas preocupações. Proteger a privacidade individual, prevenir tendências e manter a supervisão humana são vitais. Aprender, tanto com os sucessos como com as dificuldades, permitirá à sociedade desenvolver uma parceria harmoniosa com a IA.


Preparação para a Integração da IA.

À medida que a IA se insere todos os aspetos do trabalho, a colaboração entre humanos e máquinas exige novas competências, como a capacidade de trabalhar eficazmente com as aplicações de IA. A flexibilidade torna-se fundamental na adaptação das competências para se alinharem com funções em evolução, destacando-se a agilidade e a abertura em termos de estratégia e infraestrutura.


Navegar no Impacto da IA.

Nesta época, em que a IA entra em muitas das nossas atividades, a aprendizagem deve compreender o seu potencial para revolucionar a A&DC. As capacidades atuais da IA oferecem muito, com aplicações futuras emocionantes no horizonte. Abraçar a mudança e acompanhar os progressos da IA posiciona-nos para navegar nos próximos capítulos desta fantástica jornada transformadora.


Se chegou aqui, parabéns! É uma daquelas pessoas que sabe o que quer, está atenta à evolução do mercado e acredita que não se pode ignorar o progresso.


Daniel Perdigão

Sócio-fundador da UpSideUp


PS: este artigo não foi escrito pela IA. As ideias aqui transmitidas são reflexões e opiniões do autor e podem ter sido influenciadas pela leitura de diversos artigos ao longo do tempo.

96 visualizações0 comentário

Comments


InnovationXperience

bottom of page